WWW.ROCKGAME.COM.BR

Archive for the ‘Artigos especiais’ Category

Anúncios

pesquisarockgames

Para podermos conhecer melhor vocês, e ainda para vocês poderem me ajudar a fazer um trabalho de escola, estou criando um formulário de perguntas, em que peço a vocês galera que votem, porque irá me ajudar e muito, além disso iremos poder assim conhecer vocês melhor.

Mas calma, votando você irá ganhar benificios aqui no Rock Games, e dentre eles estão:

  • Receber noticias especiais do Rock Games;
  • Poderá participar de promoções do Rock Games, pois respondendo este formulário você estará fazendo uma espécie de cadastro;
  • Irá saber antes de todo mundo as novidades que ocorre no Rock Games;
  • Irá ganhar de brinde, a demo do jogo Machinarium, e ainda Mods como: Skins – para o jogo Football Manager 2009.
  • Entre outras coisas.

Então participe ai galera, são poucas perguntas, todas bem fáceis de responder, e elas estão relçacionadas ao mundo dos games, a “você”, e ainda ao Rock Games.

Respondam por favor, isso irá me ajudar muito, e irá te ajuda também, pois estamos pensando em realizar promoções no Rock Games, e respondendo ao formulário, você automaticamente já estará se cadastrando.

Para responder é só clicar na imagem que abre este post, ou AQUI.

thebvsgh5

O mundo dos games nunca mais foi o mesmo desde o lançamento de Guitar Hero, depois dele vieram novos GH e ainda surgiram concorrentes como Rock Band.
Neste mês de Setembro temos o lançamento de dois grandes games do gênero: Guitar Hero 5 e The Beatles  Rock Band. E nós do Rock Games decidimos colocar os dois games no ringue, para descobrir: afinal, qual é o melhor?

Prepare-se, pois a batalha do ano, no mundo do gênero de games musicais irá começar.

Conheça primeiro cada um dos competidores. [Clique em “Continue lendo…”]

apba2

Mark Rein, um dos fundadores da Epic Games passou alguns dias no escritório da Realtime Worlds – Escócia para testar o novo MMO APB.

Ele concedeu uma entrevista exclusiva ao site vg247 contando um pouco mais sobre o jogo. Confira a tradução:

VG247: Então você passou os últimos dias jogando APB?

Mark Rein: Oh, é fantástico.

Fale-nos um pouco sobre.

É difícil descrever. O jogo é aquilo tudo que você espera que um jogo desse tipo seja. Se os caras da RockStar fizessem um MMO da melhor versão de GTA, seria como APB.

Muitos tiros em APB?

Muitos, muitos tiros. É realmente divertido atirar. Há uma tonelada de armas. Faz parte do jogo inteiro, fazer upgrades nas armas e veículos, e toda a customização é demais! As missões também são muito divertidas, e é muito fácil de jogar. Pessoas familiarizadas com shooters pegarão o jeito em segundos.

O controle é o típico WASD. Você sabe, no Gears of War nós não temos o botão A? Nós chamamos ele de o “botão tudo”. APB tem o botão F. Eu o apelidei de botão “faz-tudo”. Pular por cima de caixas, escalar cercas, escalar ladeiras e chutar portas: isso é tudo com o botão F. É muito, muito natural para jogadores de shooters.

Você esteve jogando online ou em LAN?

Eu acho que estávamos conectados com um servidor em Estocolmo. Eu estava no escritório na Escócia, e a conexão estava excelente.

apb1

Utilizou o sistema de customização de personagem?

Sim, eu usei. Eu fiz uma versão tola de mim mesmo, colocando um grande M no meio da minha cara. Antes de eu chegar no escritório, eles fizeram minha versão no jogo. Eu na verdade joguei como Mark Rein mesmo. Eles colocaram um “powered by Unreal technology” na minha camiseta. Depois de uns minutos eles me fizeram tirar pois estavam gravando a jogatina. Eles mostrarão esta sessão de jogo na conferência da EA, essa que joguei com o Chris Collins da Realtime Worlds. Gravamos a brincadeira de frente pra trás. Nós jogamos um pouco, eles gravaram toda a sessão e depois voltamos a jogar. Foi divertido.

Quando você entra no jogo, há a opção de customizar o personagem logo no começo?

Sim.

Demora pra depois disso começar o jogo?

Bem, na verdade você não precisa customizar seu personagem. Eles te dão um personagem aleatório se você quiser. É muito fácil. O que é muito legal é que você escolher um personagem principal e  alterar aleatóriamente apenas algumas coisas como tom de pele e rosto. Há muitos botões de “random”. Eu criei meu personagem em… 15 minutos. É muito fácil, talvez o mais fácil que eu já tenha visto.

A coisa mais impressionante é o modo como eles trabalharam o sistema de texturas nas customizações. Eles mantiveram o uso de memória baixa, e ao invés de simplesmente colocar as texturas lá – o que é claro, dificultaria o processamento para enviar as texturas para todos os jogadores  – eles utilizaram um sistema diferente para customizar os personagens e veículos.

Esse sistema usa muita pouca memória. É muito legal e verdadeiramente surpreendente. Eu estava chocado pois o mesmo acontece com os veículos. Ah, e você também pode pixar os muros no jogo.

apb9

O jogo em si é ficar correndo por aí e matando pessoas, certo? Você tem objetivos?

Eu odeio usar GTA, porque as comparações são óbvias, mas os jogos são bem similares. Você pega missões. Você também tem um propósito dentro do jogo, você pode ser Enforcer ou Criminal, e dependendo do seu propósito você tem alguns contatos. Por exemplo, se você for Enforcer, algumas vezes seus contatos serão policiais, e eles lhe darão missões… Na verdade você pode jogar o jogo de forma single-player se você quiser, mas ao redor de você estarão diversos outros jogadores.

Essa é a coisa mais impressionante: nós estávamos dirigindo por aí, indo para uma missão, e havia uma grande cena de crime. Nós estávamos no meio do fogo cruzado, mas o assunto não era conosco, não estávamos envolvidos. É assim que basicamente funciona. Você pode chamar ajuda de jogadores de verdade, e o sistema automaticamente coloca você contra Enforcers ou Criminals na missão. O mais legal de tudo é que são jogadores de verdade, nunca NPCs.

Digamos que você é um Enforcer e começa a levar tiros, o jogo mostra onde o inimigo está?

Uma vez que você começa a tomar tiros, indicativos surgem em sua tela, mas se eles não atiram e se aproximam silenciosamente de você, eles te pegam pelas costas. Mas é muito legal. Você pode entrar em outros grupos. O aspecto social é muito, muito fácil. Poder entrar em um grupo ou convidar pessoas pra um grupo, ver o que seus amigos estão fazendo: todas essas coisas funcionam muito bem.

Na verdade eles tem um servidor social, sem missões, e é lá que você pode fazer as customizações. Também haverá uma casa de leilão (Auction House) onde você poderá vender os itens conseguidos durante o jogo. Há umas coisas sociais bem legais. Você pode assistir filmes, coisas assim. Comparado a PlayStation Home, mas mais envolvido realmente no jogo.

De 0 a 10, que nota você dá?

Onze. É sério. Talvez seja um dos melhores jogos que eu já joguei. E eu não estou dizendo só porque usa a nossa engine (Unreal Engine). É inacreditável. Depois de uma noite de jogo, tudo o que eu queria é jogar mais e mais. E agora eu tenho um log-in. Eu posso jogar!

[Direto do HardCore Gaming]

seugamedavida

Todo mundo sempre tem um game que marcou sua vida. Pode ser aquele que foi o primeiro que vocÊ jogou, ou então o que você tava jogando quando seu filho(a) estava nascendo.

Isso não interessa, o que importa é que todo mundo sempre tem aquele JOGO, o que nunca vai esquecer.

Por este motivo nós do Rock Games decidimos abrir um tópico no Fórum Oficial, sobre este assunto, além disso lá você ficará sabendo qual é o nosso game inesquecivel.

Entre ai, se cadatre para poder responder, e participe do fórum galera, crie tópicos.

CLIQUE AQUI PARA VER O TÓPICO E PATICIPAR

Passeando pelo blog Tubarão Leitor, que é ótimo por sinal, achei este Top 10, e achei interessante pra postar aqui. É um Top com as 10 celebridades mais loucas, tipo a maioria é do mundo da música.

Para ver o Top clique em Continue Lendo….

Continue lendo »

26phenom-190.jpgGalera sou um cara que adora ler noticia e revista, e passeando pela net, mas especificamente no HCG e no site da revista Epoca, achei está bizarrise. Po hoje tive certesa de que japonês é inteligente mas o bixo besta, o bixo bobo viu, cruizzz.

O texto vem do site da Época e foi transcrito na íntegra. Tenham medo.

“Nisan é o japonês quase careca, de 37 anos de idade, que você vê na foto ao lado. Essa almofada com o desenho de uma mulher em suas mãos tem um nome, chama-se Nemu e é um personagem de um famoso game local. Nisan decidiu apelidá-la de Nemutan – o sufixo tan denota carinho. É algo como “Nemu-querida”, ou “Nemu-amorzinho”. Nisan leva Nemutan para onde vai: restaurantes e karaokês. Viajam e tiram fotos juntos. Ele tem sete fronhas iguais para deixar Nemutan sempre limpa, cheirosa e linda. Nisan conta que conheceu Nemutan em uma convenção de revistas em quadrinhos em Tóquio e ficou encantado com os olhos da menina. Quando tirou sua carta de motorista, Nisan decidiu levar Nemutan para a praia. Foi assim que começou o namoro entre o casal – um homem e uma almofada. “Experimentei coisas maravilhosas por causa dela”, disse Nisan ao The New York Times, segurando as pernas da moça com carinho. ” Ela mudou a minha vida”.

Nemutan é uma garota de dez ou doze anos. Uma ficção. Nisan sabe que ela não é real. Mas fica chocado quando a repórter questiona a natureza da relação. “Tenho sentimentos reais por ela”.

Você leu certo. Nisan é namorado de Nemu, uma almofada vestida com uma fronha com um personagem fictício. Nisan faz parte de um grupo crescente de adultos urbanos japoneses que nutre relações por esses travesseiros. O fenômeno começou a ser chamado de amor em “2D” (duas dimensões). É composto por adultos comuns, profissionais responsáveis, muitas vezes casados e seus travesseiros vestidos de personagens de mangás ou games famosos. Alguns fazem sexo com seus namorados virtuais.

Para os estudiosos do assunto, o amor em duas dimensões é um reflexo da dificuldade que os japoneses adultos têm de se relacionar hoje. Segundo uma pesquisa do governo, um quarto dos homens e mulheres entre 30 e 34 anos são virgens. Metade dos homens e mulheres não têm amigos do sexo oposto. Um dos livros mais vendidos no país é um guia ilustrado em mangás de orientação amorosa, do primeiro encontro ao sexo no casamento. O amor pelos travesseiros é uma fuga do mundo real. Alguns, como Nisan, mantêm um relacionamento monogâmico. Outros optam pela poligamia.

Nisan começou o namoro com Nemutan depois de levar um fora de uma namorada real. No final da conversa, a repórter do NYT pergunta se ele pretende se casar. Ele responde que sim. “Mas olhe para mim”, diz. “Como que uma pessoa que carrega isso pode se casar? As pessoas provavelmente ficam se perguntando como eu escapei do psiquiatra. Eu pensaria a mesma coisa se me visse na rua”. Ele termina dizendo que vive um conflito interno. Ao mesmo tempo em que precisa de Nemutan, sabe que ela repele mulheres reais, que ele tanto gostaria de namorar.”



@RockGamesRG

RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Novo Rock Games visite

novorg

Arquivo MD

Novo Rock Games

novorg